Segunda-feira, 27 de Abril de 2009

Malefícios:

Hoje em dia quase todos conhecemos os efeitos da cafeína, desde o aumento do ritmo cardíaco à diminuição do tempo de reacção a estímulos visuais e auditivos. Estudos comprovam que a cafeína é capaz de aumentar a performance dos indivíduos em tarefas manuais tais como conduzir, apesar de poder diminuir a performance em tarefas que envolvam coordenação muscular complexa. Deformações no feto, infertilidade, problemas cardíacos, são alguns dos diagnósticos associados ao consumo de cafeína em quantidades elevadas e por elevados períodos de tempo.
Os efeitos da cafeína variam de pessoa para pessoa, de acordo com o seu peso e com a regularidade com que ingerem cafeína .
A cafeína pode causar dependência, dores de cabeça, irritabilidade, cansaço e incapacidade de concentração são alguns dos sintomas provocados pela interrupção abrupta da ingestão de cafeína.
É comum que as mulheres grávidas sejam aconselhadas a reduzir ou cortar totalmente a ingestão de café durante a gravidez devido ao perigo de deformações fetais. Devido à impossibilidade de efectuar experiências com humanos, experiências com ratos permitiram estimar que apenas doses superiores a 70 chávenas por dia poderiam causar deformações.
Hoje em dia, algumas pessoas têm dificuldade em adormecer. Estudos efectuados revelam que para um adulto normal, não fumador, sem estar sobre o efeito de medicação, a ingestão de cafeína, 30 – 60 min antes de se deitar, pode provocar dificuldade em adormecer e insónias.

 

 
Benefícios :
 
A cafeína, para além de estimular as pessoas a exercitarem-se durante mais tempo, também promove uma maior perda de gordura. Os investigadores demonstraram que existem substâncias na cafeína que favorecem a libertação de gordura corporal para a corrente sanguínea durante a actividade física. . A cafeína também pode ajudar a prevenir o cansaço provocada pelo treino. A sensação de se estar desperto que se sente após tomar um café é devida aos efeitos estimulantes da cafeína, provocando o aumento da actividade dos neurónios no cérebro, que por sua vez estimula uma maior secreção de adrenalina.
 
Anita
Cátia
Catarina
Inês nº14
Nelson
Carlos nº6
 
8ºB
 

http://www1.ci.uc.pt/rnam/biohazard/001.htm

http://www.manz.pt/

 

publicado por essmf-8b às 00:14


mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
25

29
30


Últ. comentários
foi uma pena nao ter-mos ganho..quem sabe para pr...
Olá silvia, obrigada pelo comentário.Ainda bem que...
Acho este trabalho muito interressante , e já deu ...
arquivos
2009